Pular para o conteúdo principal

O loiro ideal para cada tom de pele.

                                                                               Imagem Google.



As mulheres adoram mudar o estilo. E quando pensam nisso, a primeira coisa a que recorrem são os cabelos, seja para um novo corte ou uma nova cor. Os tons de loiro são os preferidos nas ruas e nos salões. Mas se engana quem pensa que eles só combinam como as peles mais claras. “Isso não tem nada a ver”, afirma a hairstylist Viviane Siqueira, do Pierre Louis Coiffeur, no Rio de Janeiro.

“Basta escolher o tom certo e a melhor técnica, de acordo com o tipo de pele e o corte de cabelo. Mesmo quem em a pele mais clara precisa saber o que fica melhor, pois o loiro deve iluminar o rosto e não apagá-lo. Para as morenas que desejam se tornar loiras, sugiro que comecem com algum tipo de mecha para ir clareando os fios aos poucos e se adaptando à nova cor”, diz Viviane.


Em todos os casos, o primeiro passo é descolorir os fios, para depois colori-los novamente. Como em todo processo químico, o cabelo acaba sendo prejudicado.

“O processo de descoloração sempre agride um pouco o cabelo, por isso o profissional deve ser muito bem escolhido, para que o procedimento seja feito da forma correta, deixando os produtos agirem no tempo certo nos cabelos, de forma a danificar o mínimo possível. Para quem for colorir em casa, é preciso ter muita atenção às instruções e respeitar sempre o tempo da química no cabelo”, orienta.
Acerte no tom

Não existe regra fixa, mas sim diferentes nuances da cor que valorizam mais a aparência, de acordo com cada tom de pele:

Para peles branquinhas: louro claro ou muito claro irisado e o louro pérola.
Para peles rosadas: louro muito claro acinzentado, muito claro cinza profundo ou cinza dourado.
Para peles mais amareladas: louro claro dourado, natural dourado ou escuro dourado.
Para peles morenas claras: louro claro ou escuro natural frio.
Para peles morenas escuras: louro claro ou escuro dourado acobreado e o escuro dourado irisado.
Para peles mulatas ou negras: louro acinzentado, louro escuro cinza profundo ou louro escuro acinzentado.
Conheça cada técnica

Além das tonalidades, existem também diferentes técnicas que criam vários efeitos. Uma das mais conhecidas são as luzes, indicadas para quem quer um leve clareamento nas pontas. “Elas podem ser feitas em qualquer tipo de cabelo e são mais discretas, mais finas, e normalmente não são tão claras, podendo ressaltar o contorno do rosto para valorizá-lo e iluminá-lo”, explica a hairstylist.

Também muito conhecida, a balayage é a técnica perfeita para as mulheres que vivem bronzeadas e não abrem mão do sol. É feita uma uma combinação de loiros quentes e frios, em mechas espalhadas aleatoriamente no cabelo.

Outra técnica que está em alta são as mechas californianas, em que a raiz é excluída e os fios são puxados do meio para as pontas, marcando bem as mechas loiras para dar um efeito de queimado de sol. São ideais para destacar o corte e acentuar o movimento e podem ter um efeito mais sutil, como o chamado sunkiss, para quem quer dar apenas uma clareadinha nas pontas, ou o ombré hair, em que as mechas são clareadas em diferentes tons de loiro.

Semelhantes às mechas californianas, as mechas texanas são feitas somente ao longo da extensão do cabelo, mas também excluindo a raiz. “A aplicação faz um degradê, começa mais forte nas pontas e vai subindo os fios, mas o loiro também pode ficar mais marcado durante toda a extensão da mecha, vai depender de como a cliente quer”, explica.



Aprenda a cuidar dos cabelos loiros

Depois de conquistar a cor tão sonhada, os cuidados precisam ser constantes para que os fios continuem bonitos. A dica da hair stylist é hidratar muito, sempre. “Recomendo utilizar produtos para cabelos descoloridos e proteger os fios quando for se expor ao sol, com chapéu e filtro solar. É bom tratar no salão e fazer reconstrução pelo menos uma vez por mês. E a 15 dias, hidratar em casa, com uma boa máscara de tratamento”, finaliza.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIY- Faça você mesmo: Diluidor de maquiagem caseiro.

Seu delineador em gel secou? sua sombra cremosa esta "dura"? Bateu aquele desespero? Quer dar um jeito sem gastar muito? Hoje no mercado encontramos uma diversidade de diluidores de maquiagem , mas a grande maioria tem o preço bem salgado. Mas não se preocupe é possível fazer um diluidor caseiro. Para isso vamos precisar de : glicerina líquida ( encontrada em farmácia) e água mineral e um frasco para colocar  a mistura ( eu prefiro aqueles vidros com spray para borrifar mas pode ser o que tiver em casa, além disso como não contém conservantes faça em pouca quantidade para não estragar. Como eu uso: borrifo no pincel e aplico nas sombras e pigmentos pois isso intensifica o tom do produto. Eu sempre dou uma borrifada no pincel . A proporção é três medidas de água para 1 medida de glicerina.                               

Chá Slim Tea.

Sábado é dia de descansar , ficar um pouco mais na cama assistindo 📺. Mas começando o dia escolhendo meu chá 🥰. Eu adoro esses chás pois pra mim são bem diuréticos. Cada caixa custa em torno de R$50,00. SlimTea UP O primeiro blend é o Up! Sua composição: - Chá verde - Guaraná - Canela - Gengibre - Cúrcuma Esse blend é focado em acelerar seu metabolismo, e te fornecer mais energia para suas atividades! Além disso, possui poder antioxidante! SlimTea Slim O segundo blend é o SLIM, sua composição: - Chá branco - Hortelã - Capim Cidreira - Hibiscos - Erva Mate - Carqueja Já esse blend é focado em eliminar a retenção líquida, e auxiliar na digestão. Assim como seu irmão UP, também possui poder antioxidante.   E aí ? Qual escolher para começar o sabadão ?
 Colágeno matinal 😊.  Há algum tempo faço uso de colágeno , principalmente o tipo II.  Em algum momento de nossas vidas será necessário o uso do colágeno, seja pelo sobrepeso, por atividade física ou simplesmente pelo desgaste natural . O colágeno é o responsável por constituir o tecido conectivo ( tendões, cartilagens, pele e ossos). “COLLAGEN 2 JOINT - Collagen 2 Joint é uma solução única e completa que une o colágeno tipo II não desnaturado (UC-II®) com peptídeos de colágeno tipo I (Peptan®), combinada às vitaminas C, D e K e aos minerais magnésio, manganês e zinco.”  Basta diluir um sachê em 200 ml de água pela manhã . A caixa contém 30 unidades e custa em torno de R$160,00. Cada sachê paguei R$6,00. Eu comprei alguns sachês avulsos para provar pois tenho hábito de tomar em cápsulas. Gostei muito desse que ainda tem sabor de limão .